domingo, 5 de junho de 2011

4ª Etapa 2011

Por: Carlos Eduardo Szépkúthy

Com alguns problemas de conexão a internet, mas consegui escrever no blog!

Aconteceu no ultimo fim de semana, como avisado aqui no blog, a minha volta a CCC este ano.
Como de costume os problemas a poucos dias, quem sabe horas, da prova voltaram a aparecer, mas foram devidamente solucionados de forma provisória para que tudo corra bem!

A 4ª Etapa foi bem tranquila, estávamos com 21 carros da CCC no grid, alguns estreantes e mais o pessoal que sempre anda!
Durante o treino, que foi a primeira atividade na pista no Domingo, estava complicada a situação do asfalto, muito óleo derramado com o sereno da manha gelada que fazia fez da pista um verdadeiro sabão, judiando do carro e de mim que estamos parados a mais de 6 meses.

Consegui arrancar um 2m23 com um motor fraco e a pista escorregadia, fiquei até contente, mas nem de perto um tempo competitivo, já que os ponteiros chegaram a virar 2m14 nos treinos... Estava planejando uma corrida tranquila e de trabalho no conjunto do carro para tentar melhorar.

Para a largada a pista havia melhorado muito, sem óleo na pista, seca e um sol abrindo para afastar o frio que estava fazendo! Fui sorteado com o 5º lugar no grid, o que me fez "apostar" com o Silvio do Passat #33 que largava em 6º e acelera muito que antes do S do Senna ele estaria na minha frente...

Com a cabeça fria, larguei sem compromisso de chegar na frente, o objetivo era chegar e "sentir" o carro. Pois que na largada pulei de 5º para 3º na entrada do S do Senna e o carro começou a desenvolver bem. O Silvio que eu pensei que me passaria antes da 1ª curva, esperou até a curva do lago para me passar quando eu fui contornar ela e escapou a 3ª marcha, fazendo o carro desequilibrar e escorregar para a area de escape.

Voltei para a pista no meio do bolo... perto do 8º lugar na geral, e no meio de um monte de Passats que renderam boas brigas, sendo todas por pontos na Cat. B. Estavamos eu, o Lisandro do Passat #21, o Dirceu (que foi uma baita surpresa ver o carro dele virando tudo aquilo) com o Passat #51 e o Marcos com o Passat #08.

Fui segurando todo mundo até a volta do Safety Car, quando na relargada foi aquela confusão na entrada do S do Senna e eu levei a pior. o Lisandro passou todo mundo por fora na 1ª perna (coisas que só o Lisandro faz) e eu fiquei amarrado atras dos outros 2 Passats. Dai para frente o carro começou a ficar muito esquisito nas retas, ele balançava muito e acabava ficando descontrolado, eu praticamente não conseguia fazer o carro desenvolver, o que fez meus tempos subirem e a Passataiada toda ir embora... Fui levando o carro como podia para terminar a prova, que cheguei ao final com muita dificuldade mas recebi a bandeira quadriculada.

Na volta de retorno ao box, após a bandeirada, o carro simplesmente parou de tracionar e tive que encostar na junção. Subi rebocado para o box. Um defeito muito esquisito. Enquanto o carro balançava na reta, dava a impressão de um pneu traseiro furado, ou uma roda solta, mas não havia barulho nem fumaça, e depois o carro sem tração, como se estivesse acabado a embreagem...

O resultado da prova pra mim foi um 6º lugar na Cat. B (se não me engano), o que não faz diferença pois meu campeonato este ano já não esta valendo mais nada...

Quanto ao defeito misterioso. Depois de chegar na oficina, de desmontar o carro, achamos o que aconteceu. O cubo traseiro do Puma, a campana de freio do Fusca antigo (5 furos), folgou e o material mole foi se "desfazendo" criando uma folga cada vez maior, fazendo as rodas traseiras balançarem e na reta o carro andava de um lado para o outro sozinho. E coincidentemente na volta de retorno ao box, as estrias do cubo traseiro que tracionam a roda do lado direito, simplesmente deixaram de existir, fazendo o semi-eixo do lado direto rodar em falso e o carro não tracionar mais... Um defeito no material da peça que é bem incomum. Coloco fotos durante a semana....

Com o carro já sendo trabalhado nesta semana, pretendo participar da próxima etapa no dia 12 de junho (Dia dos Namorados), no próximo domingo e com a possivel estreia de um velho amigo da oficna (Devair "Banana") Estreiar na CCC com um Fusca 1.6. Os horários vem durante a Semana!

3 comentários:

Joel Marcos Cesetti disse...

Carlos estou contente com a sua volta.Estou torcendo sempre, e vamos em frente.

abraços

Fabiani C Gargioni #26 disse...

Carreras son carreras isto acontece pra quem tá no "bolo" o que vale é estar acelerando.Valeu Carlos!!!

GP Oficina Mecânica disse...

Valeu Joel, sempre é bem vindo seu incentivo tambem!!!

Valeu Fabiani!

Carlos Eduardo Szépkúthy